Fechar
show

Editorial


Decorridos três anos do mandato da atual administração, posso afirmar que 2016 foi um ano de consolidação da atividade desenvolvida pela Inframoura, numa perspetiva de contínua melhoria dos serviços prestados.

A estratégia de atuação da Inframoura assenta em quatro importantes pilares: a sustentabilidade ambiental e económica, a mobilidade suave, a qualidade dos serviços e a competitividade territorial. São as pessoas que trabalham nesta empresa que têm fortalecido a estrutura desses pilares através do seu envolvimento e dedicação.

A utilização pela equipa de novos softwares informáticos de apoio à gestão técnica, administrativa e operacional, permitiu identificar problemas, monitorizar atuações e encontrar soluções mais rápidas para colmatar alguns constrangimentos detetados no território de Vilamoura e Vila Sol.

Neste período, novos desafios foram encontrados através de um permanente diálogo com os principais stakeholders locais. As importantes parcerias estabelecidas com os dois acionistas da Inframoura – Câmara Municipal de Loulé e Vilamoura World –,com as associações e autoridades locais e com a Junta de Freguesia de Quarteira terão continuidade tendo em vista o desenvolvimento de ações num território cada vez mais atrativo. Por outro lado, os clientes da Inframoura com a sua participação no dia a dia deste território e com o seu crescente grau de exigência têm contribuído para alcançarmos níveis de qualidade cada vez maiores. Os novos desafios com que a Inframoura se confrontou foram, e serão, resolvidos com rigor e competência sempre numa ótica de equilíbrio financeiro e de proteção dos bens públicos geridos por esta empresa.

Conjuntamente com a Câmara Municipal de Loulé e com a Vilamoura World, estão a ser desenvolvidos diversos projetos que darão a Vilamoura uma imagem consolidada de qualidade territorial, capaz de atrair cada vez mais residentes e turistas

Fátima Catarina

Presidente do C.A. da Inframoura